8 lanches que você precisa experimentar no Brasil

4 RECEITAS FÁCEIS QUE VOCÊ PRECISA EXPERIMENTAR (Junho 2019).

Anonim

Quase todo o local no Brasil pode conversar amorosamente sobre a comida do seu país. Depois de visitar, você pode se deparar com uma daquelas conversas em que lhe perguntam “você tentou” ou “você precisa tentar”, seguido de um prato brasileiro orgulhosamente elogiado. E com razão, certifique-se de experimentar esses petiscos muito brasileiros para que, quando a discussão sobre a comida desse país, surgir, você possa responder com confiança: "Estive lá, comi isso".

Acarajé

Um alimento único e muito comum na Bahia, o acarajé é tão gostoso no paladar quanto é confuso comer. É feito de feijão, que é ensopado, descascado e depois amassado em uma pasta. Esta massa é então formada em uma bola que é frita em óleo de palma, tornando o exterior crocante com o interior macio e fofo. As bolas de ouro são então cortadas e recheadas com vatapá (molho de coco e amendoim), molho picante, salada leve e, às vezes, camarão, a pedido.

Açaí la tijela

Um dos deleites mais comuns (e uma ótima maneira de embalar em grande parte da sua ingestão diária de frutas em uma porção) é feito do antioxidante, a pequena e roxa baga conhecida como açaí la tijela, ou simplesmente açaí. A fruta é congelada e depois misturada em uma consistência semelhante à do Slurpee e servida em uma tigela coberta com granola e fatias de banana. Tenha cuidado: este prato é um território de congelamento do cérebro e cria enormes desejos por mais.

Coxinha

Estas guloseimas marrons, em forma de gota de chuva, são tentadoras, especialmente quando servidas diretamente na frigideira. Os lanches compactos são ótimos para quando você está em movimento ou quando você simplesmente precisa diminuir seu apetite. O exterior é uma mistura de farinha e batata cozida, proporcionando uma textura de purê de batatas exuberante, cremosa e, por dentro, você encontrará pedaços picados de frango temperado para um bom equilíbrio de carboidratos e proteínas.

Pastel com catupiry

Ao lado da coxinha nas caixas de vidro, você provavelmente verá uma massa frita quadrada que parece quase uma carteira comestível. Isto é simplesmente conhecido como um pastel, e enquanto você pode encontrá-los com recheios doces e salgados, a opção mais tradicionalmente brasileira é com catupiry. Pronunciado como está escrito, este é um queijo muito cremoso que está mais perto de um líquido do que um sólido e dá uma textura incrível à massa crocante e macia com um frango em borracha dentro.

Kibe

Este lanche de origem do Oriente Médio tornou-se um enorme favorito no Brasil, especialmente em lanchonetes ou como uma rápida mordida de bar para ajudar a tomar cerveja enquanto assiste ao jogo do time de futebol local. Semelhante a um croquete espanhol, o kibe (pronuncia-se kee-bee) é feito de um trigo rachado conhecido como bulgur, geralmente com carne moída e temperos no centro, e é melhor quando coberto com um pouco de maionese, ketchup ou pimenta quente. molho.

Pão de queijo

Semelhante ao macarrão, com sua textura quase viciante, o pão de queijo rapidamente se tornará um marco do seu dia. A tradução literal é “pão de queijo”, e a comida é simplesmente isso. Assadas em um forno, estas pequenas bolas do céu são crocantes e douradas por fora e uma consistência perfeita de pão e queijo em borracha por dentro, como se os dois ingredientes tivessem nascido juntos.

Tapioca

A tapioca é usada em muitas culturas em várias formas, desde as esferas doces no fundo de seu chá-bolha até a base de pudins - mas, neste país, ela é usada na massa para uma tomada brasileira de crepes. No mesmo processo de fabrico de crepes, o líquido espesso é adicionado a uma frigideira e espalha-se pela superfície até se solidificar numa panqueca fina, macia e ao estilo tortilha que é depois enchida, a seu pedido, com uma variedade de doces ou recheios salgados.

Brigadeiros

Quando você quer terminar uma refeição perfeita e satisfazer esse desejo por algo doce, é aí que entra um brigadeiro. Chamado de docinho, ou “docinho”, é a contrapartida açucarada de um pão de queijo. Essas pequenas bolinhas de bom gosto são feitas de cacau em pó, manteiga e leite condensado, que é aquecido até que a massa tenha uma consistência espessa, depois resfriada e enrolada em pequenas esferas e geralmente coberta com polvilho ou coco.